Polícia

Caso dos policiais acusados de seqüestro corre em segredo

O caso dos policiais acusados de seqüestro em Amambaí está correndo sobre segredo de justiça. Conforme informações da assessoria de imprensa do Ministério Público Estadual, os dois PMs, o sargento Inácio Perreira e o cabo Jubefelix Pereira Lima, e o policial civil, o agente Olívio Andrade Bittencourt, ainda estão prestando depoimentos a Corregedoria da Polícia […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O caso dos policiais acusados de seqüestro em Amambaí está correndo sobre segredo de justiça. Conforme informações da assessoria de imprensa do Ministério Público Estadual, os dois PMs, o sargento Inácio Perreira e o cabo Jubefelix Pereira Lima, e o policial civil, o agente Olívio Andrade Bittencourt, ainda estão prestando depoimentos a Corregedoria da Polícia Civil e nenhuma informação está sendo divulgada.
Os três policiais são acusados de terem seqüestrado Néris Dutra, dono do Hotel Signus, em Amambaí, na última sexta-feira, dia 17. Os PMs estão detidos no Presídio Militar de Campo Grande, e o policial civil está na Delegacia ESpecialziada de Roubos e Furtos.

Jornal Midiamax