Mulher diz ter sofrido estupro coletivo no Metaverso do Facebook

Nina alega ter sido estuprada por cerca de quatro avatares da plataforma
| 07/02/2022
- 19:04
Ilustrativa
Ilustrativa - Divulgação

Nina Jane Patel, de 43 anos, alegou ter sido estuprada por uma gangue de cerca de quatro avatares no metaverso. O caso aconteceu em com menos de 60 segundos no mundo digital.

Nina compartilhou sua história com o site Medium e, segundo o site The Clutch, ela ressaltou que o ocorrido é o equivalente a um estupro coletivo, pois o metaverso é a vida real, porém no mundo virtual.

"Após 60 segundos que entrei na plataforma, fui assediada verbal e sexualmente por 3-4 avatares masculinos, com vozes masculinas, essencialmente. Praticamente estupraram meu avatar e eu tirei fotos — enquanto eu tentava fugir eles gritaram — 'não finja você não amou' e 'vá se esfregar na foto'", disse ela no portal Medium.

A empresa confirmou em dezembro de 2021 que o ataque acorreu no dia 26 de novembro do ano passado. Após o corrido, a Meta anunciou nesta sexta-feira (4) que vai adicionar um limite pessoal em volta de cada avatar em seu metaverso para impedir que as pessoas sofram assédio.

Veja também

Bicampeã olímpica pelos EUA foi detida em fevereiro em Moscou

Últimas notícias