Mundo

Israel começa a vacinar qualquer pessoa acima de 16 anos a partir desta quinta

Como um país com a vacinação avançada, ministro da Saúde de Israel, Yuli Edelstein, fez um tweet nesta quinta-feira (4), dizendo que estão oferecendo o imunizante contra o novo coronavírus para qualquer pessoa com mais de 16 anos. Na publicação, Yuli diz: “A partir desta manhã, qualquer pessoa com mais de 16 anos pode ser […]

Carolina Rocha Publicado em 04/02/2021, às 16h58 - Atualizado às 16h59

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

Como um país com a vacinação avançada, ministro da Saúde de Israel, Yuli Edelstein, fez um tweet nesta quinta-feira (4), dizendo que estão oferecendo o imunizante contra o novo coronavírus para qualquer pessoa com mais de 16 anos.

Na publicação, Yuli diz: “A partir desta manhã, qualquer pessoa com mais de 16 anos pode ser vacinada. Aproveite a oportunidade que quase nenhum país do mundo tem.”

Ele divulgou na mesma publicação que já foram vacinadas 3,3 milhões de pessoas em Israel. Dessa parte da população, 1,9 milhão já receberam a segunda dose.

Desde o dia 24 de janeiro o governo de lá começou a vacinar estudantes entre 16 e 18 anos. A medida seria para que os jovens conseguissem voltar às aulas presenciais e realizarem vestibular em segurança. No entanto, está ação gerou repercussão mundial, visto que não há pesquisas indicando a eficiência do imunizante em menores de 18 anos.

Sobre esse assunto, o ministro já se manifestou e afirmou que mesmo que não tenha muitas pesquisas, acredita que os efeitos colaterais em jovens, seja menor do que não imuniza-los. “Esta vacina não é diferente das vacinas contra outras doenças virais”, disse Levy. “E já foi testada com sucesso.”

Com a vacinação avançada, o país já consegue mostrar sinais positivos na redução de infecções pelo novo coronavírus e reduziu as internações e ocupações de leitos. Dados da Universidade Johns Hopkins mostram que o país registra 672.324 casos de covid-19 e 4.975 óbitos em decorrência da doença.

Jornal Midiamax