Mundo

EUA: chegará ao fim em novembro restrições a viajantes internacionais

Entrada no país norte-americano será permitida mediante apresentação de comprovante de vacinação e teste contra a Covid-19 negativo

Renata Barros Publicado em 20/09/2021, às 11h58

None
Foto: Reprodução/Estadão

O governo dos Estados Unidos vai suspender a partir de novembro restrições a viajantes internacionais, o que abre o país novamente para turistas, parentes de residentes do país e funcionários de empresas. Os viajantes precisarão apresentar comprovante de imunização completa e teste negativo de no máximo três dias para poderem entrar no país.

De acordo com o coordenador do combate à pandemia da Casa Branca, Jeff Zients, as viagens internacionais são importantes para conectar famílias e amigos, abastecer empresas e promover intercâmbio de ideias. “É por isso que, com a ciência e saúde pública como nosso guia, desenvolvemos um novo sistema de viagens aéreas internacionais que aumenta a segurança dos americanos dentro do país e aumenta a segurança das viagens áreas internacionais”, afirma. O governo ainda não divulgou quais vacinas serão aceitas para a entrada no país.

Há mais de um ano estão restritas viagens de estrangeiros de vários países aos Estados Unidos. Por exemplo, passageiros que estiveram no Brasil nas últimas duas semanas estão proibidos de entrar no território norte-americano.

Para o novo protocolo, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças vão solicitar às companhias aéreas que coletem números de telefone e endereços de e-mails dos viajantes para sistema de rastreamento de contatos com o objetivo de acompanhar os viajantes após a chegada ao país.

Jornal Midiamax