Mundo

Comissão Europeia não renova pedido de vacinas produzidas pela AstraZeneca

Mais barata, vacina foi um pilar na estratégia global para levar vacinas para países mais pobres,

Estadão Conteúdo Publicado em 09/05/2021, às 11h17

None
(REUTERS/Hannibal Hanschke)

A Comissão Europeia não renovou o pedido por vacinas contra a covid-19 produzidas pela AstraZeneca, anunciou o comissário do Mercado Interno da União Europeia, Thierry Breton. "Não renovamos o pedido para depois de junho. Veremos o que vai acontecer em seguida", disse Thierry Breton à rádio francesa France Inter.

O anúncio foi feito um dia depois que a União Europeia anunciou um acordo com a Pfizer-BioNTech, que prevê a extensão de contrato com inclusão de um total de até 1,8 bilhão de doses até 2023.

A vacina AstraZeneca foi fundamental para a campanha de imunização da Europa e um pilar na estratégia global para levar vacinas para países mais pobres, uma vez que é mais barata e mais fácil de usar do que a vacina da Pfizer. Mas o ritmo lento das entregas frustrou os europeus, que responsabilizaram a empresa por atrasar parcialmente o lançamento da vacina.

A Grã-Bretanha fez da vacina AstraZeneca a peça central de sua campanha de vacinação bem-sucedida.

Fonte: Associated Press

Jornal Midiamax