Mundo

'Catástrofe histórica': enchentes na Europa matam 157 pessoas

Alemanha registra pelo menos 133 mortes

Renata Fontoura Publicado em 17/07/2021, às 09h33

Crise climática pode piorar as inundações
Crise climática pode piorar as inundações - Sebastian Schmitt, Getty Images

O número de mortes causadas pelas enchentes catastróficas em parte da Europa subiu para 157 na manhã deste sábado (17). Uma busca desesperada por sobreviventes continua apesar do aumento das águas, deslizamentos de terra e cortes de energia.

De acordo com reportagem da CNN, cerca de 133 pessoas morreram na Alemanha, nos estados ocidentais da Renânia do Norte-Vestfália, Renânia-Palatino e Sarre. Na Bélgica, foram confirmados 24 mortos, mas autoridades alertaram que o número pode aumentar.

Em imagens divulgadas pela imprensa local, é possível ver cidades e vilas inteiras debaixo d'água, carros presos entre prédios desabados e casas enterradas sob deslizamentos de terra e escombros. As linhas de comunicação permanecem interrompidas, deixando as pessoas incapazes de contatar seus entes queridos.

Há informações de que, na Holanda, as autoridades ordenaram a evacuação de 10.000 pessoas no município de Venlo, onde o rio Maas subiu mais rápido do que o esperado. As marés devem durar até domingo à noite.

Jornal Midiamax