Mundo

Vila chinesa é isolada após homem morrer por peste bubônica

Uma vila chinesa, em uma cidade que faz fronteira com a Mongólia, foi isolada após um morador local morrer por peste bubônica, popularmente conhecida como Peste Negra. A morte aconteceu no último domingo (2). Conforme o Metro Jornal, o boletim médico revela que a vítima morreu por falhas no sistema circulatório e não é informado […]

Gabriel Neves Publicado em 07/08/2020, às 16h35

A peste bubônica matou 50 milhões de pessoas durante a Idade Média. (Foto: Getty Images)
A peste bubônica matou 50 milhões de pessoas durante a Idade Média. (Foto: Getty Images) - A peste bubônica matou 50 milhões de pessoas durante a Idade Média. (Foto: Getty Images)

Uma vila chinesa, em uma cidade que faz fronteira com a Mongólia, foi isolada após um morador local morrer por peste bubônica, popularmente conhecida como Peste Negra.

A morte aconteceu no último domingo (2). Conforme o Metro Jornal, o boletim médico revela que a vítima morreu por falhas no sistema circulatório e não é informado como ele foi contaminado.

Após o isolamento total da vila, o governo Chinês determinou desinfecções diárias em todas as casas do local. Pessoas próximas a vítima da doença foram colocadas em quarentena.

A cidade onde a vila é localizada entrou em alerta nível três, em um sistema de prevenção de pragas onde o nível máximo é quatro. Apesar de notificações de pessoas infectadas, essa é a primeira morte registrada na China por peste bubônica.

A peste

A peste bubônica ou peste negra é transmitida através da picada de pulga de rato e foi responsável por matar cerca de 50 milhões de pessoas na Europa na Idade Média.

Jornal Midiamax