Mundo

Mortes por coronavírus no mundo ultrapassam a marca de 300 mil

O número de mortos pela doença causada pelo novo coronavírus, a covid-19, ultrapassou há pouco a marca de 300 mil pessoas em todo o mundo, ao passo em que países europeus passam a flexibilizar medidas restritivas impostas para conter o avanço da pandemia. De acordo com a plataforma de monitoramento em tempo real do coronavírus, […]

Matheus Maderal Publicado em 14/05/2020, às 12h39 - Atualizado às 13h57

Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo)
Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo) - Imagem ilustrativa. (Foto: Arquivo)

O número de mortos pela doença causada pelo novo coronavírus, a covid-19, ultrapassou há pouco a marca de 300 mil pessoas em todo o mundo, ao passo em que países europeus passam a flexibilizar medidas restritivas impostas para conter o avanço da pandemia.

De acordo com a plataforma de monitoramento em tempo real do coronavírus, WorldoMeters, que usa dados de governos federais e órgãos internacionais de imprensa, são, ao todo, 4.479.823 infectados pelo novo vírus e 300.284 mortos.

O epicentro da pandemia continua sendo os Estados Unidos, com 1,437 milhão de infectados e mais de 85 mil mortos. A Espanha, que já está flexibilizando a quarentena, está em segundo lugar em número de mortos, com mais de 27 mil vítimas.

Nos últimos dias, uma disparada nos índices de contaminação foi observada tanto no Brasil, como na Rússia, que reportou quase 10 mil novas infecções nessa quinta-feira (14) e se tornou, no começo da semana, o terceiro país com maior número de infecções no planeta.

Curiosamente, a Rússia tem um número de mortos relativamente baixo, se comparada a relação entre a quantidade de infectados e a de óbitos. No país mais extenso do mundo, são 252,2 mil infectados e 2.305 mortos. Já no Brasil, que tem 188.9 mil infectados, já viu a morte de 2.050 pessoas em decorrência da covid-19.

Jornal Midiamax