Johnson & Johnson pausa estudos de vacina após voluntario ter ‘doença inexplicada’

A Johnson & Johnson interrompeu os estudos de sua vacina contra o novo coronavírus após um dos voluntários do estudo ter contraído uma doença. A vacina já estava entrando em sua terceira fase de estudo, ou seja, na fase de testes. Ao todo seriam 60 mil voluntários, incluindo no Brasil, que receberiam doses da vacina, […]
| 13/10/2020
- 11:58
Johnson & Johnson pausa estudos de vacina após voluntario ter ‘doença inexplicada’
Ilustrativa (Foto: Reprodução/Cadu Rolim/Estadão Conteúdo) - Ilustrativa (Foto: Reprodução/Cadu Rolim/Estadão Conteúdo)

Ao todo seriam 60 mil voluntários, incluindo no Brasil, que receberiam doses da vacina, agora todo o cronograma foi pausado. A J&J confirmou a pausa nos estudos e afirmou que a medida foi tomada por conta de um voluntário que ficou doente, “uma doença inexplicada em um participante do estudo”.

Conforme publicado no portal americano Stat News, o sistema utilizado para inscrever paciente foi fechado.

Outra medida tomada pela empresa foi convocar o conselho de monitoramento de dados e segurança, um órgão independente comitê que zela pela segurança dos pacientes no ensaio clínico.

Apesar de confirmar a pausa e revelar que um voluntário adoeceu, a empresa não repassou mais informações sobre seu estado de saúde. “Devemos respeitar a privacidade deste participante. Também estamos aprendendo mais sobre a doença desse participante e é importante ter todos os fatos antes de compartilhar informações adicionais”.

A J&J afirmou que adversos como doenças, acidentes e outros resultados médicos já são esperados ao longo dos estudos.

Veja também

Visita de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos EUA gerou tensão entre os países

Últimas notícias