O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, finalmente passou a defender o uso de máscaras durante a pandemia de coronavírus, enquanto faz campanha pra se reeleger presidente. O republicano usou sua conta no Twitter para dizer “muitos dizem” que o uso da proteção é patriota e que “não há ninguém mais patriota” que ele. Ele ainda voltou a culpar a China pela pandemia.

“Estamos unidos no nosso esforço para derrotar o vírus invisível chinês, e muitas pessoas dizem que usar a máscara facial é um ato patriótico, quando você não pode se isolar socialmente. Não há ninguém mais patriota que eu, seu presidente favorito”, tuitou Trump.

A retórica de Trump sobre o coronavírus tem comprometido suas aspirações para se reeleger presidente, ao passo em que pesquisas apontam vantagem do seu rival, o candidato democrata Joe Biden, que foi vice-presidente no governo de Barack Obama. Faltam pouco mais de cem dias para a votação e os Estados Unidos são um dos países mais afetados no mundo pelo novo vírus. Por lá, já são cerca de 3,9 milhões de infectados e 143,8 mil vítimas da Covid-19.