Mundo

Israel ataca instalações do Hamas após disparos de foguetes

As Forças de Defesa de Israel bombardearam neste sábado, 04, as plataformas de lançamento de foguetes e instalações na Faixa de Gaza após membros do grupo Hamas dispararem pelo menos 90 projéteis contra o território israelense. Em comunicado as IDF disseram que “uma aeronave israelense atacou duas plataformas de lançamento de foguetes no norte da […]

Jéssica Fernandes Publicado em 04/05/2019, às 12h07

Foto/ Reprodução
Foto/ Reprodução - Foto/ Reprodução

As Forças de Defesa de Israel bombardearam neste sábado, 04, as plataformas de lançamento de foguetes e instalações na Faixa de Gaza após membros do grupo Hamas dispararem pelo menos 90 projéteis contra o território israelense.

Em comunicado as IDF disseram que “uma aeronave israelense atacou duas plataformas de lançamento de foguetes no norte da Faixa de Gaza”. Em seguida, as forças israelenses acrescentaram que “tanques atacaram posições militares da organização terrorista Hamas”.

Os Protetores de Al-Aqsa, pequeno grupo armado pró-Hamas em Gaza, disseram que um de seus homens foi morto durante os ataques israelenses neste sábado.

O primeiro foguete foi lançado por volta de 10h, (4h em Brasília). Depois disso, “cerca de 90 projéteis foram lançados da Faixa de Gaza para o território israelense”. “O sistema de defesa aéreo Domo de Ferro interceptou dezenas deles”, anunciaram as forças israelenses.

As sirenes antiaéreas soaram  na cidade de Sderot, e nos conselhos regionais de Shaar Hanegev, Sdot Neguev, Hof Ashkelon e Eshkol, enquanto em Ashkelon as autoridades locais abriram os abrigos antiaéreos públicos, segundo o site de notícias “Ynet”.

Os serviços da organização Maguen David Adom, o equivalente israelense da Cruz Vermelha, prestaram atendimento a um jovem de aproximadamente 15 anos que ficou levemente ferido quando corria para um abrigo, além de um homem e uma mulher com sintomas de ansiedade.

Em Gaza, por sua vez, várias explosões foram ouvidas em diferentes pontos do território palestino depois do lançamento de foguetes.

A escalada de tensão já havia começado na sexta-feira, 03, quando dois soldados israelenses ficaram feridos por disparos efetuados a partir de Gaza. O ataque aéreo israelense em retaliação matou dois militantes do grupo islâmico Hamas, que domina Gaza. Outros dois palestinos que estavam protestando perto da fronteira também foram mortos por forças israelenses.

Após os novos conflitos, os israelenses também decidiram neste sábado bloquear estradas e áreas próximas de Gaza, inclusive uma praia.

Com informações da Deutsche Welle

Jornal Midiamax