Mundo

Cachorros representam ameaça de extinção para diversas espécies

Estudo revela que cachorros sem dono são uma ameaça para espécies que correm risco de extinção. O assunto é estudado pela cientista Julie Young, que analisa o impacto de cachorros sobre a fauna De acordo com reportagem da BBC, conforme cresce a população humana o número de cachorros também aumentam. Isso provoca uma invasão dos […]

João Victor Reis Publicado em 08/10/2018, às 17h46

Pesquisa de 2017 revela que os animais se envolveram na extinção de 11 espécies
Pesquisa de 2017 revela que os animais se envolveram na extinção de 11 espécies - Pesquisa de 2017 revela que os animais se envolveram na extinção de 11 espécies

Estudo revela que cachorros sem dono são uma ameaça para espécies que correm risco de extinção. O assunto é estudado pela cientista Julie Young, que analisa o impacto de cachorros sobre a fauna

De acordo com reportagem da BBC, conforme cresce a população humana o número de cachorros também aumentam. Isso provoca uma invasão dos cães em ambientes de vida selvagem. Atualmente, existem 1 bilhão de cachorros domésticos no mundo.

Segundo a reportagem, até 2017, cães se envolveram na extinção de cerca de 11 espécies, entre elas um pássaro especifico do Hawaii e um lagarto de Tonga. Os animais representam uma ameça para outras 188, 30 delas em risco de extinção.

Nesse cenários, os cães ocupam a terceira posição de mamíferos predadores que invadem ambientes e causam danos à vida selvagem. Gatos e roedores estão em primeiro e segundo lugar, respectivamente.

Jornal Midiamax