Ataques suicidas a igrejas deixam 13 mortos e 41 feridos na Indonésia

Família que executou ataques era ligada ao Estado Islâmico
| 13/05/2018
- 19:02
Ataques suicidas a igrejas deixam 13 mortos e 41 feridos na Indonésia

Três atentados ocorridos em três locais diferentes deixaram 13 mortos e 41 feridos na manhã deste domingo (13), na Indonésia. Os ataques foram direcionados a igrejas, e ocorreram em um intervalo de dez minutos.

As explosões ocorreram na cidade de Surabaya, a segunda mais populosa do país. Segundo a polícia local, uma família está por trás do atentado – pai, mãe, dois rapazes e duas meninas.

A família estava ligada ao movimento radical Yamaah Ansharut Daulah, um grupo ligado ao Estado Islâmico. A mãe, pai e os filhos teriam deixado a Indonésia com rumo a Síria, com objetivo de se juntar ao grupo terrorista.

A imprensa local divulgou imagens e vídeos nos quais é possível ver a destruição causada pelas explosões. “Estava aterrorizado. Muita gente gritava”, contou à AFP um homem de 23 anos que presenciou uma das explosões.

Os ataques foram registrados dias antes do início do Ramadã. Na Indonésia, 90% da população de 260 milhões de habitantes é de religião muçulmana. Ataques contra outros países no sudeste asiático tem ocorrido com frequência.

Veja também

Homem invadiu o palco do evento e começou a agredir o escritor

Últimas notícias