Mundo

Aeroporto de Instambul é inaugurado em meio a polêmicas ambientais e de segurança

O novo aeroporto de Istambul foi inaugurado nesta segunda-feira (29). Com chances de ser o maior do mundo, tem capacidade de receber cerca de 200 milhões de passageiros por ano. De acordo com reportagem do G1, quem realizou a inauguração foi o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. O projeto que custou mais de € 10 […]

João Victor Reis Publicado em 29/10/2018, às 18h07

None

O novo aeroporto de Istambul foi inaugurado nesta segunda-feira (29). Com chances de ser o maior do mundo, tem capacidade de receber cerca de 200 milhões de passageiros por ano.

De acordo com reportagem do G1, quem realizou a inauguração foi o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. O projeto que custou mais de € 10 bilhões (R$ 42 bilhões), teve um desenvolvimento cheio de polêmicas. A construção teve controvérsias em relação as condições de trabalho dos operários e dos riscos para o meio ambiente.

Problemas ambientais

Segundo a reportagem, o aeroporto foi feito às pressas e inaugurado antes de estar pronto para funcionar em total capacidade. O desenvolvimento da construção provocou impactos ambientais. Cerca de 80% do terrenos usados eram ocupados por área verde.

“Eram terras agrícolas incrivelmente férteis, reservas de água doce, uma fauna extraordinária. Um verdadeiro ecossistema”, afirmou Ayse Ikici, membro da Associação de Defesa das Florestas do norte de Istambul.

Problemas de segurança

A secretária geral do sindicato da construção, Nihat Demir, apontou a inauguração do projeto três anos após início das obras como “loucura”.

“Era evidente que o aeroporto não estaria pronto até o dia 29 de outubro. Mas ao invés de fazer as coisas como se deve, forçamos os operários a trabalharem na urgência. Quando usamos concreto, é preciso esperar pelo menos uma semana para que ele fique seco e sólido. Posso garantir que não estão respeitando essa regra, é completamente ilegal. Existe risco de desmoronamento. A inauguração é somente para publicidade, em detrimento da segurança”, afirmou Demir.

Jornal Midiamax