Mundo

Contaminação de ovos por inseticida afeta 17 países na Europa

Países afirmam que nível de intoxicação é baixo

Joaquim Padilha Publicado em 14/08/2017, às 10h45

None

Países afirmam que nível de intoxicação é baixo

Dezessete países europeus foram afetados pela contaminação de ovos com inseticida, segundo um relatório da Comissão Europeia. Os ovos foram produzidos na Bélgica e nos Países Baixos, mas também foram distribuídos na Alemanha, Suécia, França, Reino Unido, Áustria, Irlanda, Itália, Romênia, Luxemburgo, Polônia, Eslováquia, Eslovênia e Dinamarca.

O ministro de Alimentação da Alemanha, Christian Schmidt, pediu uma reunião entre os ministros dos 17 países, para o início de setembro, para tirarem “lições” do escândalo. Os ovos foram contaminados com o inseticida fipronil.

O fipronil é uma substância tóxica utilizada no combate a piolhos, ácaros, carrapatos e outros parasitas, principalmente em cães e gatos. Seu consumo excessivo pode causar danos aos rins, fígado e glândulas tireoides.Contaminação de ovos por inseticida afeta 17 países na Europa

A França afirma que os níveis de fipronil encontrados nos ovos foram baixos, o que faz com que o risco à saúde humana seja “muito baixo”. Seria necessário que um adulto de 70 quilos comesse dez ovos para resultar numa intoxicação grave, de acordo com a agência de segurança alimentar do país.

Atualmente se dá como certo que foi um fabricante belga que adicionou fipronil a um produto de limpeza comum e mais tarde o vendeu a empresas holandesas e alemãs, de onde passou aos outros países.

Jornal Midiamax