Mundo

Oposição venezuelana realiza novos protestos contra Maduro

Números foram bem menores do que os do ato de quinta (1º)

Clayton Neves Publicado em 08/09/2016, às 03h03

None
2016-09-07t190604z_1687851545_s1aetzzddkaa_rtrmadp_3_venezuela-politics.jpg

Números foram bem menores do que os do ato de quinta (1º)

Adversários do presidente da Venezuela,Nicolás Maduro, protestaram pelo país nesta quarta-feira (7) para exigir um referendo sobre o fim do seu governo socialista, mas os números foram bem menores do que a grande manifestação da oposição na semana passada e foram igualados por atos paralelos a favor do governo.

Cerca de um milhão de opositores tomaramCaracasna quinta-feira passada para pressionar por um plebiscito neste ano e denunciar uma crise econômica que tem deixado muitos com dificuldades para se alimentar.

Contudo, a nova rodada de manifestações da oposição, do lado de fora de bem policiados escritórios municipais da comissão eleitoral, atraiu somente centenas em cada uma, de acordo com repórteres da Reuters e testemunhas.

O governo realizou manifestações rivais na maioria das cidades.

O número de pessoas dos dois lados pareceu limitado em parte pela chuva e pela necessidade de as pessoas ficarem em filas para comprar comida e remédios.

"Nós precisamos nos livrar desse governo totalitário e opressor”, afirmou o estudante Junior Rubio, de 21 anos, num ato em Maracaibo.

Jornal Midiamax