Mundo

Homem é indiciado por guardar cadáver em cama por 1 semana

Nos EUA

Diego Alves Publicado em 25/10/2016, às 23h10

None
sub-buzz-12183-1477415047-1.png

Nos EUA

Um homem da Pensilvânia, no leste dos Estados Unidos, foi acusado formalmente de abuso ao ser descoberto que mantinha escondido em cima da sua cama um corpo em decomposição há pouco mais de uma semana, informou a imprensa local.

De acordo com o portal Penn Live , Donald Teaford, de 36 anos e morador da cidade de Aliquippa, contou a um amigo que guardava o corpo de uma pessoa que morreu em sua casa por overdose de heroína. O amigo acionou a polícia e os agentes foram ao apartamento com uma ordem de busca, quando notaram "um forte cheiro de perfume".

Um homem da Pensilvânia, no leste dos Estados Unidos, foi acusado formalmente de abuso ao ser descoberto que mantinha escondido em cima da sua cama um corpo em decomposição há pouco mais de uma semana, informou a imprensa local.

De acordo com o portal Penn Live , Donald Teaford, de 36 anos e morador da cidade de Aliquippa, contou a um amigo que guardava o corpo de uma pessoa que morreu em sua casa por overdose de heroína. O amigo acionou a polícia e os agentes foram ao apartamento com uma ordem de busca, quando notaram "um forte cheiro de perfume".

Na inspeção eles localizaram na cama uma bolsa de lixo da qual saía uma bota e, ao se aproximar, descobriram o corpo e uma faca. Teaford foi acusado formalmente de abuso do cadáver, o que pode levar a uma multa de até US$ 100 mil. As autoridades não confirmaram as causas da morte.

Na inspeção eles localizaram na cama uma bolsa de lixo da qual saía uma bota e, ao se aproximar, descobriram o corpo e uma faca. Teaford foi acusado formalmente de abuso do cadáver, o que pode levar a uma multa de até US$ 100 mil. As autoridades não confirmaram as causas da morte.

Jornal Midiamax