Mundo

Direita vence eleições municipais no Chile

Ex-candidata à presidência Evelyn Matthei foi eleita em Providência

Clayton Neves Publicado em 24/10/2016, às 02h51

None
000_hf26n.jpg

Ex-candidata à presidência Evelyn Matthei foi eleita em Providência

A aliança opositora de direita derrotou a coalizão governista nas eleições municipais realizadas neste domingo (23), no Chile, com vitórias nas principais cidades do país, entre elas a capital, Santiago, aplicando um duro golpe à presidente Michelle Bachelet.

Após a apuração de 83,24% do total de votos, o Serviço Eleitoral (Servel) mostra a coalizão "Chile Vamos" – integrada pelos principais partidos de direita – com 38,63% na eleição geral de prefeitos, contra 37,26% da Nova Maioria – a coalizão de centro-esquerda da presidente Michelle Bachelet.

Na emblemática Santiago, o advogado de direita Felipe Alessandri superava a experiente líder socialdemocrata Carolina Tohá.

Depois de 68,56% dos votos apurados, a ex-candidata da direita à Presidência do Chile, Evelyn Matthei, derrotada por Bachelet na última eleição, conquistou 53,20% dos votos e superou a candidata governista Josefa Errázuriz, em Providência (centro), com 42,13%.

A direita também avança nas comunas de Ñuñoa, Maipú e Puente Alto, a mais populosa do Chile.

Jornal Midiamax