Mundo

Após atentado na Turquia, Facebook dipõe ferramenta para internautas se declararem seguros

Rede social já tinha disponibilizado a mesma ferramenta em outros eventos

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/06/2016, às 21h58

None
facebookpessoasseguras34536.jpg

Rede social já tinha disponibilizado a mesma ferramenta em outros eventos

O Facebook disponibilizou a pessoas que estão na Turquia uma ferramenta em que elas podem se declarar seguras, sãs e salvas, após atentado terrorista no Aeroporto Internacional de Istambul que resultou em pelo menos dez pessoas mortas, na noite desta terça-feira (28 – horário local).

Após atentado na Turquia, Facebook dipõe ferramenta para internautas se declararem segurosEsta não é a primeira vez que a rede social colabora com a comunicação de pessoas em áreas de conflitos, ataques ou desastres naturais. Em ocasiões como tsunamis, terremotos e até atentados terroristas, como ocorrido no Japão, Tibet e França, respectivamente.

O site também disponibiliza informações básicas sobre o ocorrido e um número de emergência aos usuários em perigo.

Atentado

Duas explosões seguidas de um tiroteio atingiram o Aeroporto Internacional de Ataturk, em Istambul, na Turquia, matando ao menos dez pessoas e deixando mais de 40 feridos, de acordo com informações do ministro da Justiça, Bekir Bozdag.

Conforme relatos de autoridades locais, as vítimas foram levadas por táxis aos hospitais da cidade. De acordo com a emissora CNN turca, as bombas teriam sido acionadas no terminal internacional, enquanto os tiros teriam ocorrido no estacionamento. 

Os detalhes do incidente ainda não foram relatados. O aeroporto encontra-se fechado. As autoridades turcas acreditam que as explosões podem ter sido causadas por um ataque suicida. Segundo o ministro da Justiça, Bekir Bozdag, dois suicidas se explodiram durante um confronto com a polícia. O Aeroporto de Ataturk é o mais movimentado da Turquia, que é alvo frequente de ataques, principalmente de separatistas curdos.

Jornal Midiamax