Mundo

Papa Francisco pede perdão pelos escândalos em Roma e no Vaticano

Ele não explicou a quais escândalos se referiu

Gerciane Alves Publicado em 14/10/2015, às 16h50

None
papa.jpg

Ele não explicou a quais escândalos se referiu

O Papa Francisco pediu perdão, nessa quarta-feira (14), em nome da Igreja, pelos escândalos em Roma e no Vaticano, durante a audiência semanal na praça de São Pedro.

Antes de começar a audiência, o Papa surpreendeu a todos ao se desculpar em nome da Igreja. “Quero pedir perdão pelos escândalos que aconteceram recentemente, tanto em Roma como no Vaticano”, disse Francisco.

O pontífice não explicou a quais escândalos se referiu. Mais tarde, o porta-voz Federico Lombardi esclareceu que não se tratava de uma mensagem aos políticos sobre fatos políticos, mas aos homens da Igreja.

Na catequese, Francisco considerou escândalos muitos atos de violência e de abuso praticados contra as crianças.

O ar que se respira no Vaticano está poluído pelos desacordos no Sínodo da Família, a reunião de 270 bispos do mundo inteiro, que discute as reformas propostas pelo governo de Francisco. Entre conservadores e reformistas, as ideias do Papa não são apoiadas pela maioria.

Jornal Midiamax