Mundo

‘Menina posa nua para bancar viagem à Disney’ rende prêmio a publicitários

O objetivo da campanha era traçar o perfil dos usuários

Diego Alves Publicado em 03/10/2015, às 01h44

None
anuncio-usa-menina-para-atrair-possiveis-pedofilos-1443818820743_300x300.jpg

O objetivo da campanha era traçar o perfil dos usuários

Publicada como se fosse uma notícia, a história de uma menina de 12 anos que teria colocado silicone nos seios e posado nua para pagar uma viagem à Disney é uma ação da campanha “A Última Pesquisa”, criada para a ONG Bandeiras Brancas pelos publicitários Brunno Barbosa, Ricardo Montenegro e Álvaro Carvalho, em parceria com o site Sensacionalista. A iniciativa conquistou o troféu de ouro na categoria Digital e Interativo no Festival de La Publicidad Independiente, realizado no final de setembro, em Rosário, na Argentina.

Ao clicar na falsa notícia para visualizar o conteúdo, o internauta era direcionado para uma página que dizia: “Cuidado, ser voyeur de criança é crime. Não alimente essa indústria criminosa”. Somente nos primeiros dias, cerca de 60 mil pessoas acessaram o link fictício. 

Além de combater a pedofilia, o objetivo da campanha era traçar o perfil dos usuários que buscam informações desse tipo na internet. O encarregado da tarefa foi o programador Lucas Barbosa. Coletando os dados dos pedófilos em potencial, ele descobriu homens entre 25 e 55 anos. Corajoso, Barbosa entrou em contato com eles para indicar clínicas que oferecem tratamento para o distúrbio.

Jornal Midiamax