Mundo

Manifestante fica nua em ato contra ditadura antes de semi da Copa América

Chilena encenou tortura que muitas pessoas sofreram

Diego Alves Publicado em 30/06/2015, às 01h20

None
foto.jpg

Chilena encenou tortura que muitas pessoas sofreram

Chilena encenou tortura que muitas pessoas sofreram durante era Pinochet na entrada do Estádio Nacional, que serviu como prisão política.

Momentos antes da partida entre Chile e Peru, nesta segunda-feira, pela semifinal da Copa América, manifestantes protestaram contra a ditadura vivida pelo Chile durante a presidência do militar Augusto Pinochet, entre 1973 e 1990.

Uma chilena tirou a roupa para representar a tortura à qual muitas pessoas foram submetidas no período. O ato foi feito na entrada do Estádio Nacional de Santiago, que serviu como prisão política na época

Jornal Midiamax