Mundo

Guiné-Conacri: oposição pede anulação das eleições presidenciais de domingo

A oposição da Guiné-Conacri pediu neste domingo a anulação, antes da divulgação do resultado

Clayton Neves Publicado em 12/10/2015, às 18h21

None
naom_561bfd54e8b51.jpg

A oposição da Guiné-Conacri pediu neste domingo a anulação, antes da divulgação do resultado

A oposição da Guiné-Conacri pediu neste domingo (12) a anulação, antes da divulgação do resultado, do primeiro turno das eleições presidenciais realizado neste domingo (11) e ameaçou levar o protesto às ruas.

“Não podemos aceitar essa votação, pedimos que seja anulada: não aceitaremos os resultados saídos das urnas”, disse o líder da oposição Cellou Dalein Diallo, o principal adversário do presidente Alpha Condé.

Diallo falou em nome dos sete candidatos da oposição à Presidência, em entrevista com a presença de todos.

“Não vamos ceder, temos o direito de nos manifestar”, afirmou.

Ainda que o índice de participação não tenha sido anunciado oficialmente, os eleitores foram ontem em massa às urnas.

A votação registrou problemas de organização denunciados pela oposição.

Durante a campanha eleitoral, o partido de Condé prognosticou sua vitória no primeiro turno, cinco anos depois de ele ter conquistado a chefia de Estado, em segundo turno, numa eleição bastante disputada com Cellou Dalein Diallo.

Jornal Midiamax