Governo de Mianmar dá indulto para quase 7 mil presos

Entre os beneficiados, estão 210 estrangeiros
| 30/07/2015
- 21:45
Governo de Mianmar dá indulto para quase 7 mil presos

Entre os beneficiados, estão 210 estrangeiros

O presidente de Mianmar, Thein Sein, anunciou nesta quinta-feira (30) a concessão de um indulto para 6.966 prisioneiros no país por “motivos humanitários e com objetivo de uma reconciliação nacional”. Entre os beneficiados, estão 210 estrangeiros.

A graça presidencial foi dada hoje para coincidir com uma festa religiosa budista e como forma de preceder as eleições gerais de novembro. O Ministério da Comunicação não deu uma lista com os nomes daqueles que ganharam o benefício e acredita-se que entre os libertados não estão os militantes que denunciam abusos do governo.

A oposição política do país acusa o presidente de fazer o “perdão massivo” como forma de acalmar as críticas internacionais.

A mídia chinesa informa que os 155 lenhadores chineses que foram condenados à prisão perpétua por retirar árvores do país estão entre os beneficiados. A sentença contra eles causou muita indignação na China e a medida foi considerada uma forma de intimidar o governo chinês em negociações diplomáticas.

Veja também

O míssil não municiado foi disparado da base da Força Aérea em Vandenberg, na Califórnia

Últimas notícias