Mundo

Contra lei de armas, alunos levarão vibradores à faculdade

Protesto é feito por estudantes do Texas, nos Estados Unidos

Midiamax Publicado em 13/10/2015, às 01h09

None
151012191633campusdildo624x351reproducaofacebooknocredit.jpg

Protesto é feito por estudantes do Texas, nos Estados Unidos

Em protesto contra uma lei que permite a posse de armas escondidas dentro de câmpus universitários, estudantes do Estado do Texas, nos Estados Unidos, planejam protestar usando brinquedos sexuais.

“Você trouxe uma arma para a aula? Bem, eu estou carregando um enorme vibrador”, escreveu no Facebook a estudante Jessica Jin, aluna da Universidade do Texas, em Austin, e organizadora do evento on-line “Campus Dildo Carry”, planejado para o ano que vem, quando a lei entra em vigor.

“O Estado do Texas decidiu que não é problemático permitir armas mortais escondidas dentro de salas de aula, mas impõe regras bem rígidas quanto à livre expressão sexual, para proteger sua inocência. Você receberia uma advertência por levar um vibrador à aula (mas não por) levar uma arma à aula. Que Deus nos proteja do pênis”, diz o texto do evento on-line.

O governador do Texas, Greg Abbott, promulgou a nova lei em junho, que abriu brechas para que armas sejam levadas para dentro de salas de aula, dormitórios estudantis e outros edifícios dos câmpus.

Pessoas com mais de 21 anos que tenham porte de armas poderão ter uma consigo nas aulas. Universidades públicas podem proibir as armas em determinadas partes de seu câmpus, e universidades privadas podem escolher não aderir à lei.

Jornal Midiamax