Mundo

CEO da Porsche é escolhido para comandar Volkswagen

O executivo substitui Martin Winterkorn

Gerciane Alves Publicado em 25/09/2015, às 19h37

None
ceo_porsche.jpg

O executivo substitui Martin Winterkorn

O conselho de administração da Volkswagen nomeou o número um da Porsche, Matthias Müller, para ser seu novo CEO. O executivo substitui Martin Winterkorn, que renunciou devido ao escândalo de fraudes em testes de emissões de poluentes envolvendo a montadora alemã.

Müller, de 62 anos, comandava a Porsche – marca que pertence ao Grupo Volkswagen – desde 2010. Em um comunicado, a empresa disse que os danos à sua imagem foram provocados por um “pequeno grupo” e que o escândalo é um “desastre moral e político”.

Já o seu novo CEO afirmou que a companhia tem pela frente um “desafio sem precedentes”, mas garantiu estar à altura da responsabilidade. “Podemos superar e vamos superar essa crise”, declarou o executivo.

Além da nomeação de Müller, o conselho da Volks também comunicou a suspensão de alguns funcionários envolvidos nas violações. O caso começou com a montadora alemã admitindo fraudes em testes de emissão de poluentes nos Estados Unidos. Ela usava um sofisticadíssimo software criado para enganar os controles feitos no país.

Por conta disso, várias nações, principalmente da Europa, abriram investigações contra a Volkswagen. Nesta sexta-feira (25), o ministro dos Transportes da Alemanha, Alexander Dobrindt, anunciou que 2,8 milhões de automóveis em circulação no país estão envolvidos no escândalo.

Jornal Midiamax