Mundo

Casos de HIV aumentam nos EUA por abuso de analgésicos injetáveis

Desde o início do ano, 142 pessoas se contaminaram no Condado de Scott

Gerciane Alves Publicado em 27/04/2015, às 13h31

None
hiv.jpg

Desde o início do ano, 142 pessoas se contaminaram no Condado de Scott

Os casos de HIV aumentaram em uma comunidade rural no estado norte-americano de Indiana, onde 142 pessoas foram diagnosticadas com o vírus desde o início de 2015 – informou o governo local.

Mulheres grávidas, avós, seus filhos adultos e netos são alguns dos novos casos de HIV observados no Condado de Scott, ligados a injeções ilegais de oximorfona, um poderoso narcótico prescrito contra a dor.

Scott, uma comunidade com uma população de 4.200 pessoas e apenas um médico no sudeste do Indiana, não contabilizava mais do que cinco casos diagnosticados do vírus HIV por ano, disseram as disseram autoridades de saúde.

De 2009 a 2013 a província registrou apenas três novos casos de HIV, segundo o comissário de Saúde do Estado de Indiana, Jerome Adams, que descreve o surto atual como “inédito”.

“Literalmente, temos novos casos reportados todos os dias, literalmente, a cada hora”, contou Adams à imprensa. O governador declarou estado de emergência de saúde pública no Condado de Scott em 26 de março passado.

Jornal Midiamax