Mundo

Casa de leilões vende 14 aquarelas pintadas por Hitler por 400 mil euros

Há brasileiro entre compradores, segundo casa de leilões Weidler

Clayton Neves Publicado em 21/06/2015, às 18h36

None
hitler.jpg

Há brasileiro entre compradores, segundo casa de leilões Weidler

Uma casa de leilões alemã conseguiu entre sábado (20) e domingo (21) cerca de 400 mil euros por 14 aquarelas e desenhos feitos pelo ditador alemão Adolf Hitler há aproximadamente 100 anos.

Um comprador chinês pagou 100 mil euros pela obra mais cara, anunciou a casa de leilões Weidler, segundo a imprensa local. Entre os compradores, há um brasileiro.

Trata-se de uma aquarela que representa o castelo de Neuschwanstein, uma edificação construída pelo rei Luis II da Baviera, cuja forma inspirou a logomarca dos estúdios Disney.

Todas as obras, realizadas entre 1904 e 1922, encontraram comprador, segundo os organizadores.

A casa de leilões não revelou a identidade de sus clientes, que pediram anonimato, mas informou que, além de Brasil e China, há compradores dos Emirados Árabes Unidos, França e Alemanha.

Em sua juventude, Hitler tentou entrar na Academia de Artes de Viena, mas sua candidatura foi rejeitada por falta de talento. Ele continuou a pintar copiando cenas de cartões postais, que vendia para os turistas.

Anos mais tarde, tornou-se o líder do partido nazista, e foi eleito chanceler da Alemanha em 1933.

Especialistas consideram a produção artística de Hitler medíocre e as grandes casas de leilões muitas vezes se recusam a propor obras do ditador. A Alemanha permite a venda de suas obras desde que não contenham qualquer símbolo proibido.

Jornal Midiamax