Mundo

Britânico assiste mulher abusar de criança por achar “fofo”

Casal foi preso depois de polícia encontrar fotos e vídeos pornográficos, além de e-mails sobre abuso

Gerciane Alves Publicado em 25/06/2015, às 14h51

None
britanico.jpg

Casal foi preso depois de polícia encontrar fotos e vídeos pornográficos, além de e-mails sobre abuso

Um casal de banqueiros foi preso pelo abuso de uma menina de um ano, depois de a polícia encontrar e-mails entre os dois em que o britânico afirma que seria “fofo” assistir a mulher estuprando a criança. As informações são do The Mirror.

Segundo a publicação, o banco da Escócia, onde os dois trabalham, estaria investigando David Harper, 36 anos, por supostamente estar ameaçando outra funcionária de “colocar fotos nuas” na internet, mas acabou descobrindo conteúdos piores em sua conta de e-mail. Entre as mensagens, havia fotos e vídeos de pornografia infantil.

Jennifer Maguire, 31 anos, alegou ter abusado da menina de um ano por estar se sentindo “pressionada” e “confusa”. A britânica ainda afirma que estaria tomando medicamentos antidepressivos quando o incidente ocorreu, em novembro de 2013.

Em uma busca realizada nos laptops e celulares do casal, a polícia da cidade de South Lanarkshire encontrou quase 10 mil imagens de pornografia, além de fotografias indecentes de uma criança, juntamente com textos entre os dois acusados.

Em uma mensagem de Maguire, ele disse que seria “fofo” vê-la abusar de um bebê. O casal admitiu a acusação de agressão sexual durante um período de 18 meses, que tinha entre um e dois anos.

O xerife Daniel Kelly QC adiou a sentença para 16 de julho para a realização de relatórios de ação social e avaliações de risco. Ele recusou o pagamento de fiança e ordenou que ambos sejam colocados em prisão preventiva.

Jornal Midiamax