Mundo

Avião iraquiano bombardeia acidentalmente Bagdá

Explosão em área residencial deixou ao menos 12 mortos, incluindo três crianças

Gerciane Alves Publicado em 06/07/2015, às 16h33

None
bagda.jpg

Explosão em área residencial deixou ao menos 12 mortos, incluindo três crianças

Um avião militar iraquiano bombardeou sem querer uma zona residencial de Bagdá nesta segunda-feira, matando ao menos 12 pessoas, segundo autoridades do país. A aeronave, uma das muitas usadas pelo Iraque na luta contra o grupo extremista EI (Estado Islâmico), estava retornando a uma base militar quando o acidente aconteceu.

Segundo um porta-voz militar, uma falha técnica provocou o bombardeio, que atingiu várias casas no bairro de Nova Bagdá, no leste da capital. De acordo com ele, uma das bombas transportadas pelo avião ficou presa devido a um problema técnico e caiu na viagem de volta.

Três crianças e duas mulheres estão entre os 12 mortos, disseram duas autoridades em condição de anonimato. Ao menos 25 pessoas ficaram feridas, afirmaram.

O Iraque passa pela sua pior crise desde a retirada das tropas americanas do país, em 2011, com o EI controlando grandes áreas no norte e no oeste. Tropas e jatos iraquianos, apoiados sobretudo por combatentes xiitas, têm lutado contra os extremistas.

No ano passado, o Iraque recebeu caças Sukhoi Su-25, de fabricação russa – mesmo tipo do responsável pelo acidente desta segunda-feira – para combater o EI. Os Estados Unidos concordaram em vender ao Iraque 36 caças F-16, mas até agora não entregaram nenhum.

Jornal Midiamax