Atentado reivindicado pelo Estado Islâmico deixa mortos no Iêmen

Quatro pessoas morreram em ataque contra xiitas em Sanaa
| 21/07/2015
- 15:06
Atentado reivindicado pelo Estado Islâmico deixa mortos no Iêmen

Quatro pessoas morreram em ataque contra xiitas em Sanaa

Quatro pessoas morreram em um atentado antixiita lançado na noite de segunda-feira (20) em Sanaa e reivindicado pelo grupo (EI), anunciaram os rebeldes xiitas que controlam a capital iemenita.

Citados pela agência de notícias Saba sob sua autoridade, os rebeldes acrescentaram que oito pessoas, entre elas várias crianças, ficaram feridas no atentado.

Um carro-bomba explodiu na noite de segunda-feira perto de uma mesquita xiita no norte de Sanaa, informaram anteriormente uma fonte de segurança e testemunhas, sem informar sobre vítimas.

O Estado Islâmico reivindicou rapidamente em um comunicado o atentado, afirmando se vingar, assim, dos xiitas huthis, considerados hereges.

O grupo jihadista executou no dia 21 de março seus primeiros atentados no Iêmen, atacando várias mesquitas com um balanço de 142 mortos.

Por sua vez, 11 rebeldes morreram na madrugada desta terça-feira em dois ataques na capital Sanaa, segundo testemunhas e fontes médicas.

Os huthis e seus aliados conquistaram vastas zonas do país desde que lançaram sua ofensiva, em julho de 2014, diante das forças pró-governamentais.

No entanto, estão perdendo espaço em Áden (sul). As forças pró-governamentais estão apoiadas desde março por uma coalizão árabe aérea liderada pela Arábia Saudita.

Veja também

A ofensiva vem num momento em que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e o secretário-geral da ONU

Últimas notícias