Mundo

Aposentada se casa com sujeito que conheceu na web e descobre 47 amantes

Na volta, Judith deu um pé na bunda e descobriu coisas ainda piores 

Midiamax Publicado em 13/10/2015, às 13h22

None
4dnw3uo45t_3fnebrmjou_file.jpg

Na volta, Judith deu um pé na bunda e descobriu coisas ainda piores 

Judith Stillwell, de 61 anos, conheceu um cara em um site de namoro na internet e pensou que havia encontrado sua alma gêmea. Mas a rasteira foi grande. Ele, que é nascido do Quênia, estava morando em Londres, na Inglaterra, se apresentou como Ovi Elias, de 62 anos. Marcaram um encontro para se conhecer pessoalmente. “Foi pura química”, diz ela. Depois de três anos, Judith e Elias estavam casados, dividindo o mesmo teto na cidade de Ashington. A casa, claro, era dela 

Quando se casou, Judith, que é ex-professora, não sabia, mas estava caindo em um golpe daqueles, ficou encantada com o marido. Só que não demorou muito para ele começar a fazer, segundo ele, “viagens urgentes de negócios”. O único problema é que não era ele que bancava os voos… 

Cega de amor, ela deu marido uma quantia de cerca de R$ 150 mil para que ele pudesse fazer as tais viagens à trabalho. Dizia que tinha um empreendimento imobiliário em Dubai. Ela também concordou em ajudar financeiramente 

“Eu deveria ter percebido que algo estava errado quando ele dizia que ele estava indo ficar uma semana em Dubai e acabava ficando por vários meses”, disse ela ao jornal britânico Daily Mail. Mas, infelizmente, Judith só começou a desconfiar quando encontrou uma passagem para a Austrália quando, supostamente, ele deveria ter ido para os Emirados Árabes 

Na época, ele alegou que tinha parado na Austrália para fazer conexão à Dubai com um colega de trabalho, Meses depois, uma estranha entrou em contato com ela. Em entrevista, Judith contou os detalhes da conversa: “Ela era australiana e disse que tinha encontrado, no computador de Elias, uma lista de 47 mulheres, incluindo nós duas, de diferentes nacionalidades. Até falou com algumas. Uma americana, uma da Tasmânia, e outra das Filipinas” 

Jornal Midiamax