Mundo

36 corpos foram tirados do local de acidente no Sudão do Sul

Queda de avião no Sudão do Sul: número exato de passageiros da aeronave é desconhecido

Midiamax Publicado em 06/11/2015, às 12h29

None
size_810_16_9_queda-de-aviao-no-sudao-do-sul.jpg

Queda de avião no Sudão do Sul: número exato de passageiros da aeronave é desconhecido

Cairo – O ministro dos Transportes do Sudão do Sul, Hon Kuong Danhier Gatluak, revelou nesta quarta-feira à agência de notícias russa "RIA Novosti", que 36 corpos foram encontrados no local onde caiu um avião de carga, na cidade de Juba, capital do país.

De acordo com a imprensa local, pelo menos 40 pessoas morreram na queda, que aconteceu a aproximadamente 800 metros do aeroporto em que acabara de decolar. A Cruz Vermelha sul-sudanesa já havia divulgado a informação de que, ao menos, 35 corpos haviam sido localizados.

A rádio "Miraya", operada pela missão da ONU no Sudão do Sul (UNMISS), divulgou ainda que, segundo o diretor do aeroporto de Juba, três pessoas sobreviveram ao impacto, no entanto, dois morreram em seguida, segundo revelou o ministro do Transporte, Hon Kuong Danhier.

O coronel Philip Aguer, do Exército Popular de Libertação do Sudão do Sul (SPLA, em inglês), relatou à "RIA Novosti" que a tripulação era composta por cinco armênios e um russo. Todos, segundo a fonte, teriam morrido.

O número exato de passageiros da aeronave, que ia da capital para a cidade de Paloich, no entanto, é desconhecido, por não haver lista oficial.

Os diretores do aeroporto de Juba descartaram, em comunicado, a possibilidade de um atentado terrorista ter sido a causa da queda do avião, apontando uma falha técnica" como motivo mais provável.

Jornal Midiamax