MidiaMAIS / Variedades MidiaMAIS

TikTok baniu mais de 7 milhões de contas de crianças no 1º trimestre de 2021

Todas eram menores de 13 anos, o que vai contra a política da comunidade

Carlos Yukio Publicado em 30/06/2021, às 17h00

None

A rede social chinesa TikTok divulgou números sobre a remoção de contas de crianças menores de 13 anos. Ao todo, 7 milhões de perfis foram removidos no primeiro trimestre de 2021, porque estavam em desacordo com a política da empresa, que proíbe a entrada desse público. Segundo a plataforma, o montante representa menos de 1% de todas as contas ativas.

Este foi um dos dados contidos no relatório de transparência da companhia, criado para mostrar ao público como funciona seus mecanismos de segurança. O documento também destacou esforços da rede social no combate à desinformação sobre a COVID-19, como a inclusão de mensagens alertando sobre conteúdos falsos, e a atuação para retirar do ar vídeos inapropriados.

De janeiro a 31 de março deste ano, quase 62 milhões de vídeos foram removidos do sistema por conter conteúdos em desacordo, como discurso de ódio, assédio, nudez ou violência. Esse material viola as diretrizes da comunidade, por isso a moderação os remove sem qualquer possibilidade de argumentação. Desses vídeos, a plataforma identificou e removeu 91,3% antes de um usuário relatá-los, sendo que 81,8% deles foram excluídos antes de receberem qualquer visualização.

Só no Brasil, o total de vídeos excluídos foi de 6.128.568, sendo a terceira nação do mundo com mais conteúdo removido. Mais de 89% dos materiais sobre nudez ou atividades sexuais foram excluídos em menos de 24 horas, em um esforço da rede para proteger a comunidade. Segundo a companhia, mais medidas ainda serão tomadas para aumentar a segurança dos menores de idade no aplicativo. Afinal, os jovens costumam ser mais inocentes e, portanto, presas fáceis para criminosos na web.

Jornal Midiamax