MidiaMAIS / Variedades MidiaMAIS

Brasileiro vence maior prêmio de fotografia do mundo com registro do Pantanal incendiado

O World Press Photo anunciou os nomes dos fotógrafos vencedores de 2021 na quinta (15)

Corpo de macaco bugio carbonizado por incêndio florestal no pantanal de Mato Grosso do Sul
Corpo de macaco bugio carbonizado por incêndio florestal no pantanal de Mato Grosso do Sul - Foto: Lalo de Almeida

O fotógrafo brasileiro Lalo de Almeida venceu a categoria Meio Ambiente do World Press Photo, a maior premiação de fotojornalismo do mundo, com a série Pantanal em Cinzas. Os fotógrafos premiados, de 28 países, foram anunciados na quinta-feira (15). O registro vencedor mostra a destruição do bioma ocasionada pelas queimadas em 2020. No retrato, um macaco bugio aparece ajoelhado e carbonizado no meio de uma mata devastada pelo fogo.

Corpo do animal está carbonizado após incêndio florestal que atingiu a fazenda Santa Tereza, na Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. A imagem  impressiona pela semelhança com a figura humana e pela dificuldade em distinguir a diferença entre o corpo do animal e o cenário em volta dele, também carbonizado.

Na época, o fogo se alastrou pela vegetação seca e devastou cerca de 20% da biodiversidade do bioma, que ainda está em processo de recuperação. Segundo as autoridades federais, incêndios foram provocados por pecuaristas para abrir novas áreas de pastagem para o gado.

Confira a foto vencedora de Lalo Almeida:

Foto da série 'Pantanal em Cinzas'
(Foto: Lalo Almeida)

Jornal Midiamax