MidiaMAIS / Famosos

Tereza Seiblitz afirma ter procurado André Gonçalves: “Foi grosso”

A atriz afirmou que o pai de sua filha Manuela foi grosso e falou que não queria conversar sobre a pensão, atrasada em mais de 10 anos

Nathália Rabelo Publicado em 10/01/2022, às 13h20

None
(Foto: Reprodução)

Tereza Seiblitz abriu o jogo sobre sua relação com André Gonçalves em uma entrevista ao Domingo Espetacular, da TV Record. Ela o acusou de ser negligente com Manuela, fruto do breve relacionamento entre os dois, e lembrou a falta de convivência entre ele e a filha.

Além da parte financeira, Tereza afirmou que ele não era presente na vida de Manuela, que hoje tem 22 anos. “O pai nunca foi a uma estreia. Não foi em uma reunião de escola… tive um pai muito presente. Então, não faço ideia do que é não ter um pai que esteja lá na hora em que você precisa afetivamente”, contou ela.

Ela também relembrou quando começaram os problemas com a pensão, que já chegou a uma dívida de R$ 109 mil e levou o ator à prisão domiciliar. “Ele pagava, parava de pagar… eu estava contratada e não era um problema. Começou a virar um problema quando não estava mais contratada e ele baixou a pensão”, relatou.

A atriz também contou como foram as últimas vezes em que tentou falar com André. “Tentei conversar com ele umas três vezes. Ele foi muito grosso, falou que não queria conversar e mandou um advogado direto”, explicitou.

Além do problema com Manuela, André Gonçalves também tem problema com outra filha. Valentina, de 18 anos, filha de seu relacionamento com Cynthia Benini, também não tem a pensão paga pelo pai e a dívida já chegou a casa dos R$ 350 mil.

Jornal Midiamax