Mãe de Maria diz estar sobrevivendo a base de remédios após filha ser expulsa do BBB 22

"Não conseguimos falar com a Maria ainda, mas acredito que tudo irá passar", declarou Alba
| 16/02/2022
- 15:59
Alba disse que mães tendem a sufocar com excesso de amor
Alba disse que mães tendem a sufocar com excesso de amor - (Fotos: Reprodução)

Alba Michele, mãe de Maria, participante expulsa do BBB 22 nesta terça-feira (15), revelou ao colunista Léo Dias, do Metrópoles, que ainda está sem contato com a filha. Ela também disse ter vivido horas de sofrimento depois que Maria atingiu a cabeça de Natália com um balde no Jogo da Discórdia, o que acabou motivando a expulsão da atriz.

À coluna de Léo, Alba desabafou: "Estou sobrevivendo. Chorei muito em casa. Nem conseguimos dormir ainda. Estou na base de calmante, o que nunca havia acontecido antes na minha vida. Não conseguimos falar com a Maria ainda, mas acredito que tudo irá passar. Nós tivemos informações de que ela está bem e processando tudo o que aconteceu antes. E agora quem vem para casa é a Vitória, a filha que coloquei no mundo", declarou a mãe de Maria, que se chama Vitória Nascimento Câmara.

Nas redes sociais, Alba também escreveu uma carta aberta para a filha: "Mesmo tendo a nossa tia Terezinha como exemplo, que faleceu assim que você entrou no BBB. Tendo a liberdade de ser o que era, vivia entre a alegria e a conviver com a depressão. Mesmo tendo a nossa tia. Eu não soube muito bem lidar com a sua! Levar ao psicólogo? Levar para o teatro? Era o que estava ao meu alcance. Eu juro que tentei!", escreveu a mãe da ex-BBB.

"Queria ser uma mãe PERFEITA, te proteger no excesso, pois afinal o lugar que vivíamos era desprovido de segurança. E as mães tendem a sufocar com excesso de amor. Amor é decisão, e eu DECIDI TE AMAR!", pontuou Alba. Confira abaixo a publicação completa:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Alba Michele (@eualbamichele)

Veja também

Fisiculturista famosa, vovó fitness desabafa: "não devemos aceitar esse tipo de preconceito"

Últimas notícias