Bárbara usa expressão racista para falar de Douglas no BBB 22: 'Deus que me perdoe'

"Que feio", ainda analisou ela sobre a própria fala
| 08/02/2022
- 13:54
Termo teve origem em um samba composto na época da ditadura militar que fazia piada com o ensino da história do país
Termo teve origem em um samba composto na época da ditadura militar que fazia piada com o ensino da história do país - (Fotos: Reprodução/TV Globo)

A modelo Bárbara Heck, participante do BBB 22, percebeu a tempo que soltaria uma expressão racista quando foi falar de Douglas Silva e se corrigiu imediatamente na madrugada desta terça-feira (8).

"Ele fez aquele samba do crioulo d... ai, que feio... eu ia falar uma expressão muito velha e que é horrorosa. O samba lá que ele falou que fez...", disse a sister, que quase completou a expressão "samba do crioulo doido".

"Quase falei uma expressão muito racista", declarou a loira. "Eu vi o que você ia falar", disse Laís, rindo da amiga. "Ia ser péssimo", completou Jade Picon. O termo "samba do crioulo doido" teve origem em um samba composto na época da militar que fazia piada com o ensino da história do país naquele período e hoje é usado como um sinônimo de bagunça. No entanto, acabou por ganhar um sentido pejorativo contra pessoas negras.

"Deus que me perdoe, mas eu quase falei", afirmou Bárbara, pedindo desculpas.

Confira:

Veja também

O bebê foi levado para adoção, pois atriz teria descoberto gestação já na fase final

Últimas notícias