Wesley Safadão e sua esposa responderão por dois crimes após irregularidades na vacina

Pena pode chegar a 13 anos de prisão
| 30/09/2021
- 12:55
Após a denúncia vir à tona
Após a denúncia vir à tona, a influencer se pronunciou em nota e afirmou ter tomado vacina na xepa - (Fotos: Reprodução, Instagram)

e sua esposa, Thyane Dantas, foram indiciados pelo Ministério Público após a apuração de irregularidades na aplicação de suas vacinas contra a Covid-19. O G1 apurou que o inquérito já foi encaminhado ao Tribunal de Justiça do Ceará. Eles serão investigados pelos crimes de peculato e infração à determinação do poder público.

De acordo com a Polícia Civil, a pena pode chegar a 13 anos de prisão. O jornal Diário do revelou que duas funcionárias afirmaram em depoimento que a esposa do cantor mentiu. Na época, a Secretaria de Saúde da cidade abriu uma sindicância para apurar se houve favorecimento ao casal na aplicação dos imunizantes contra o coronavírus.

"A depoente informou que não checou a idade da Srª Thyane, mas que perguntou a idade da mesma, a qual informou possuir 31 anos de idade, que estava para fazer 32 anos. [...] Ao ser questionada sobre a idade do Sr. Wesley, a depoente informou que o mesmo possui 33 anos, que a Srª Thyane Dantas havia informado possuir 31 anos e que a assessora, 'se não me engano, 32 anos'", disse a mulher que checou a vacina.

Após a denúncia vir à tona, a influencer se pronunciou em nota e afirmou ter tomado vacina na xepa.

"Thyane foi acompanhar o Wesley na vacinação e existe uma coisa que todos têm acesso, não foi benefício dela, que é a dose de sangria. Cada dose dá em média um número aplicações, depende de qual for, e se não forem aplicadas na hora são descartadas. Por esse motivo, os profissionais estão autorizados a aplicar em quem estiver no local, mesmo que não esteja no dia certo para vacinação, para que não haja descarte do material", explicou.

Veja também

Cantora foi confirmada como uma das atrações do Rock in Rio 2022

Últimas notícias