MidiaMAIS / Famosos

Leo Picon é detonado após chamar criança de traficante em periferia

Após a repercussão negativa, o influencer tentou explicar o episódio, dizendo se tratar de uma brincadeira tirada de contexto

Nathália Rabelo Publicado em 01/09/2021, às 13h20

Leo Picon tenta se defender na Internet
Leo Picon tenta se defender na Internet - Foto: Reprodução

Leo Picon foi parar nos assuntos mais comentados das redes sociais nessa terça-feira (31), após chamar uma criança de traficante em um bairro periférico em Recife. Em visita à capital, o influenciador digital publicou um vídeo no qual aborda um menino na rua e finge ser um estrangeiro em busca de informações. Antes de parar o garoto, entretanto, o youtuber faz um comentário depreciativo em portunhol.

“Vou mostrar como se fala espanhol com o traficante de Recife”, disse ele, na ocasião. Na legenda, Picon ainda escreveu “Traficante de informaciones (traficante de informações)”, o que gerou revolta nas redes sociais.

“Imaturo, irresponsável e sem caráter! Não há uma palavra ideal para descrever o lixo que Leo Picon é. Partiu meu coração ver a inocência da criança. Leo Picon faz parte do padrão rico que curte humilhar pobre para se sentir bem. Espero que seja processado pela mãe do garoto”, postou um seguidor.

Picon se defende

Após a repercussão negativa, o influencer tentou se explicar. “Eu vinha fazendo vários vídeos em espanhol e lidando com o que eu estava vivendo no dia a dia, lá em espanhol, em tom de brincadeira, como se fosse algo voltado à la mafia espanhola porque hablar en espanõl es un estilo de vida”, brincou. “Eu me referi a uma criança como traficante e eu filmei isso. Fiz questão de escrever ‘traficante de informação’ porque, pô, dentro do contexto todo…”.

“Agora pegam esse trecho do vídeo e colocam em diversos portais e fica saindo que eu chamei uma criança de traficante, começam a levantar pautas de elitismo e de sei lá o que, quando na verdade não tem nada a ver”, afirmou.

“Foi uma brincadeira em que, obviamente, quando pega, fragmenta e coloca fora de contexto, fica fácil. É um prato feito para quem quiser me atacar, pra quem quiser me descredibilizar, para quem quiser criar uma narrativa que jogue contra mim”. Leo ainda frisou que estava na capital pernambucana para iniciar um projeto voltado para o empreendedorismo de jovens e que não compactua com atividades ilícitas.

“Eu luto muito para poder me expressar e fazer as coisas que eu gosto de fazer, que me divirta, que gere sorriso. Não humilhei ninguém, não tive essa intenção”.

Jornal Midiamax