MidiaMAIS / Famosos

Will Smith engrossa protesto contra falta de diversidade e não irá ao Oscar

Esposa também não irá a cerimônia

Guilherme Cavalcante Publicado em 23/01/2016, às 12h10

None
28ai9pn8931bsgyg5b8c63d9w.jpg

Esposa também não irá a cerimônia

Will Smith confirmou na última quinta-feira (21) que não irá à cerimônia do Oscar neste ano. O ator ficará de fora da festa para protestar contra a falta de diversidade entre os artistas indicados às principais categorias. "Eu tenho que lutar pelos ideais que fazem o nosso país e nossa comunidade de Hollywood grandes", disse o ator em entrevista ao programa "Good Morning America".

O astro de "Concussion" se junta a um grupo que está fazendo barulho em Hollywood na luta contra a falta de diversidade no Oscar. Entre os nomes, estão Jada Pinkett Smith, esposa de Will, e o diretor Spike Lee.

Na contramão da predominância de artistas brancos indicados ao Oscar, a cerimônia será apresentada por um ator negro, o comediante Chris Rock. Em entrevista à revista "People", o ator Tyrese Gibson, de "Velozes e Furiosos", sugeriu que Rock deveria desistir da apresentação. 'Não há um jeito de ele aproveitar o momento e dizer 'eu vou falar sobre isso [a polêmica], mas depois vou continuar meu show como apresentador'. A declaração que você faz é sair fora", disse Gibson.

Dentro da Academia, a situação também não é nada favorável. A presidente da Academy of Motion Picture Arts and Sciences, Cheryl Boone Isaacs, afirmou que estava desapontada com as indicações e faria o possível para mudar o corpo de jurados do Oscar. A cerimônia acontece em 28 de fevereiro, em Los Angeles, e será transmitida no Brasil pelo canal fechado TNT e pela Globo.

Jornal Midiamax