MidiaMAIS / Comportamento

Grupo de risco, Seu Francisco se protegeu mas não deixou de sonhar durante a pandemia

Francisco Rodrigues Alencar de 75 anos, viu na quarentena da pandemia uma oportunidade para se aprimorar e se reinventar ainda mais

Carlos Yukio Publicado em 22/12/2020, às 13h06 - Atualizado às 13h07

None
Grupo de risco, Seu Francisco se protegeu mas não deixou de sonhar durante a pandemia

Ficar isolado em casa para se manter vivo pode ser um desafio árduo, principalmente para aqueles que se encontram no grupo de risco do coronavírus. Apesar disso, Francisco Rodrigues Alencar de 75 anos, viu na quarentena da pandemia uma oportunidade para se aprimorar e se reinventar ainda mais.

Nascido no Ceará, Seu Francisco estudou apenas até a 4ª série. Mudou-se para Campo Grande em 1975 ao lado da esposa, onde fez a vida trabalhando com um pequeno comércio, que foi o sustento de sua família composta pela mulher Irene de Souza Alencar e as três filhas, laine, Daiane e Viviane.  Autodidata, se vê como inspiração. Já idoso, decidiu entrar no curso de teologia e se formou.

Segundo a família, Seu Francisco sempre foi muito enérgico e com a pandemia, com um novo cenário de permanência em casa, teve que se reinventar e encontrar novos hobbies. Estipulou uma quantidade mínima de páginas para leitura e assim finalizou o total de 15 obras literárias desde o isolamento em março de 2020.

O maior desejo do aposentado é se manter com saúde, bem como sua família, porém, quer encarar o desafio de fazer um curso de fotografia. “As coisas irão melhorar, vacina está próxima; abraço nas minhas filhas também está próximo”, frisa Francisco.

Diante da impossibilidade de realizar exercícios físicos em academias, o que já fazia corriqueiramente, tomou paixão pelas caminhadas pela manhã e por fotos de paisagens, as quais sempre manda no grupo da família para saudá-los com um novo dia.

“A cada manhã, o grupo da família desperta com uma imagem de um novo olhar dos caminhos em que papai Chico passou naquelas primeiras horas do dia rsrs… uma mais linda que a outra”, explica a filha de Seu Francisco, Viviane de Souza Alencar Diniz.

A filha confidencia ao Jornal Midiamax que durante essa semana, Seu Chico revelou que um dos seus desejos era que um dia suas fotos fossem reconhecidas e publicadas, mas que sentia que o desejo seria realizado apenas após sua morte. Dito isso, confira abaixo a galeria com as fotos exclusivas do fotógrafo Francisco Alencar:

Jornal Midiamax