MidiaMAIS / Cinema

Estreia do filme Os Dez Mandamentos lota cinemas em Campo Grande

Muitas sessões já estão esgotadas

Guilherme Cavalcante Publicado em 28/01/2016, às 22h20

None
img-20160128-wa0112.jpg

Muitas sessões já estão esgotadas

A imprensa brasileia bem que falou de 'estreias vazias e ingressos esgotados', mas pelo menos em Campo Grande, a procura por sessões do filme Os Dez Mandamentos, baseado na novela que foi ao ar em 2015 na TV Record, foi sucesso de público, levando centenas de pessoas para as exibições da película, que estreou nesta quinta-feira no circuito nacional.

E as novidades não param por aí: no Cinemark do Shopping Campo Grande, por exemplo, diversas sessões estão com ingressos esgotados até quarta-feira que vem, quando chega ao fim o primeiro ciclo semana de exibições. "Algumas congregações compraram muitos ingressos e algumas sessões extras poderão ser abertas", afirmou a gerência do cinema.

"Tinha muita gente no cinema, mesmo. E foi um momento muito emocionante. Na cena em que Moisés abre o Mar Vermelho, todos aplaudiram na sala", conta o vereador de Campo Grande e pastor Gilmar da Cruz (PRB), que assistiu ao filme esta tarde. "Pelo que fiquei sabendo a tendência é que continue assim, por que se falou muito nesse filme. Gostei muito do que assisti, foi emocionante", destacou.

A reportagem não conseguiu estabelecer contato para confirmar se a lotação dos cinemas Cinépolis (Shopping Norte Sul Plaza) e UCI (Shopping Bosque dos Ipês) foram atingidas. Resta saber se a enorme procura continuará nas próximas semanas em que a película continuará em exibição.

Superestreia

De acordo com a distribuidora da adaptação, são 1.100 salas em que o filme estará em exibição em todo o país. Somente nos dias de pré-venda, cerca de 3,2 milhões de ingressos já foram vendidos. A adaptação da telenovela foi escrita por Vivian de Oliveira e dirigido por Alexandre Avancini. O elenco continua o mesmo que participou da produção para TV.

Sucesso de audiência, a novela Os Dez Mandamentos deu uma bela rasteira nas tradicionais produções globais e alavancou em 139% os índices da Record na faixa de exibição, garantindo a vice-liderança isolada, com muitos capítulos em primeiro lugar, desbancando até mesmo gigantes como o Jornal Nacional.

Jornal Midiamax