As pernas de um manequim pareciam ser a coisa mais inútil que Joel de Souza de Oliveira, de 28 anos, já tinha ganhado. No entanto, foi a sacada para alavancar seu negócio. Experiente no ramo da alimentação, já que trabalhou como gerente de um restaurante, em , o sonho era de ter o próprio negócio. E assim foi feito. O jovem empreendedor chamou a tia, a matriarca da família e que faz aquela comida gostosa, e ambos iniciaram o restaurante no bairro Aero Rancho, região sul da cidade. Ainda assim, faltava algo…

“Aqui já teve um restaurante, com placa e tudo. E eu era cliente inclusive, nem imaginei que eu seria o próximo dono daqui. Morava perto, aliás. E aí surgiu a oportunidade, conversei com a minha tia, e iniciamos o negócio. Só que muita gente dizia que nem sabia que estava funcionando novamente, só alguns que passavam e sentiam o cheiro, me viam manipulando os espetinhos ali e começaram a pedir marmitas”, afirmou ao MidiaMAIS o jovem.

(Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

No entanto, com uma larga avenida na frente, a Graça Aranha, Joel pensou em um chamariz. “Eu reinaugurei o restaurante há 30 dias, só que senti que estava faltando algo, daí decidi fazer o boneco, há três dias, e foi a melhor coisa que eu fiz. Está dando muito retorno, as vendas aumentaram em 30%. As pessoas olham e param para comprar. E aqui é uma avenida, todo mundo passa rápido e isso dificulta de ver o restaurante, então, realmente tinha que ter algo para chamar a atenção”, opinou Joel.

(Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

Além disso, o jovem disse que as reações dos motoristas passaram a ser diferenciadas. “Tem gente que buzina, que desce falando que só assim conseguiu ver aqui e tem até quem dá risada e vem tirar foto. É engraçado que peguei minhas mesmo, meu amigo deu um e aí montei todo o boneco, pintei o rosto. Hoje cedo, como ele é em tamanho real, até eu levei um susto. Fui tomar café com minha tia e falei que tinha alguém nos olhando lá do portão, só que era o boneco”, contou, aos risos.

Agora, com o sucesso do Joe, o empreendedor fala que a intenção é que ele sempre tenha “novos looks”.

(Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)

“Eu quero deixar ele sempre a carater, estilizado. Por exemplo, na época de festa junina, de datas comemorativas, vou trocando ele de roupas. Vai me ajudar. No início é assim. Eu termino aqui, guardo tudo e já vou entregar panfletos na região. Também deixei uma diferente, gosto muito de plantas, então coloquei samabaias e até uma pimenta, que pensam ser de mentira. A ideia é as pessoas comerem uma comida simples, saborosa, e se sentir em casa mesmo”, ressaltou.

E o mais legal é que os planos para o Joe são cada vez maiores. “O meu amigo já me deu uma manequim feminina, então, o boneco vai ter uma parceira. Ele vai ficar de um lado de avenida e ela de outro”, finalizou, explicando que o estabelecimento comercial funciona das 11h às 14h30, de segunda à sábado. O cardápio é variado, tem espetinho durante a semana e feijoada aos sábados.

(Nathalia Alcântara/Jornal Midiamax)