“Olá! Eu sou a Yasmim, uma carioca que mora no MS”, esse é o bordão dos vídeos virais no TikTok e Instagram publicados pela designer gráfico de 28 anos, que tem registrado seus passeios pela Campo Grande sul-mato-grossense, para onde mudou-se em 2016. Cada roteiro que ela faz rende gravações divertidas com ela zoando certos costumes campo-grandenses.

Uma das publicações mais recentes, Yasmim Coradelo (@YasmimCoradelo) mostra a Orla do Aeroporto, onde “as famílias se juntam para assistir avião pousando e decolando” aos domingos. Ela flagra até um grito emocionado de alguém com a decolagem de uma aeronave. “É uma coisa muito diferente de se ver”, comenta no vídeo.

Bem servida de praias no estado de origem, a carioca ironiza: “Quem olha de relance até pensa que você está à beira de uma praia em Copacabana ou Ipanema, desfrutando de sua água de coco ou seu suco natural. Mas não, galera, aqui é o aeroporto”, começa Yasmim. E continua: “lá no Rio a gente não ia assistir os aviões no aeroporto Santos Dumont”.

Nos comentários do vídeo postado no Instagram (@yasmimcoradelo), campo-grandenses explicam que o principal atrativo da Orla do Aeroporto não são os aviões e, sim, o pôr do sol. “Na verdade verdadeira o povo não vai especificamente para ver os aviões, o objetivo principal é o por do sol!! Como a área aberta do aeroporto permite uma magnífica visão, acabou virando point”, justifica uma seguidora.

@yasmimcoradelo Você também assiste os aviões decolando no aeroporto? . #matogrossodosul #campograndemsbrasil #campograndems?? #campograndems✨ #campograndemstiktok #ms ♬ Calm Dooowwnnn Lalalaaa (Remix) – FAITAH NADA

Além da região do aeroporto, Yasmim passou pela Praça das Araras e Feira Central fazendo vídeos a partir de sua ótica de carioca. Nos mais vistos do TikTok, ela se diverte com os estereótipos de moradores de bairros campo-grandenses e outros municípios de Mato Grosso do Sul.

“Campo Grande para mim é o paraíso”

À primeira impressão, pode parecer que a designer não gosta de Campo Grande. Ao MidiaMAIS, ela explicou que é exatamente o contrário: “Eu adoro aqui e não trocaria por nada. Sou bem puxa-saco da cidade, apesar de o pessoal falar que fico zoando ela. Campo Grande para mim é o paraíso”, afirmou.

Yasmim compara o bairro onde morava no Rio de Janeiro ao bairro que mora hoje em Campo Grande. “Os bairros cariocas têm muita disparidade. Eu morava em um que se chama Nova Iguaçu km 32. É extremamente pobre, como se fosse uma comunidade, e tem milícia. Tem que pagar um valor por semana para ter uma lojinha, por exemplo. E tudo é longe. Para eu ir ao Centro do Rio, precisava pegar dois ônibus e um metrô”, relata. “Já Campo Grande tem a vantagem de que tudo é perto. Faço tudo com minha motinha, de bicicleta ou à pé. Quando pisei em Campo Grande, achei tudo maravilhoso”, fala.

A tiktoker mora com o namorado em Campo Grande, que também era do Rio, mas veio antes para a Capital em mudança junto ao pai militar. Uma oportunidade de trabalho a animou para vir junto.

Yasmim morava distante da praia, mas ia sempre que dava (Foto: Acervo Pessoal)

Os familiares da jovem apoiaram a mudança e, assim como ela, adoram a capital sul-mato-grossense. “Gosto de mandar foto para minha mãe. Ela fica encantada”, conta. O problema é quando confundem Mato Grosso do Sul com Mato Grosso. “Tem parente meu que não entende. Eu já errei muito o nome, mas agora não erro mais. Entendo os sul-mato-grossenses que ficam ‘putos’ com isso”, declara.

Povo que fala bem da cidade

Uma coisa que chamou a atenção de Yasmim logo que chegou à capital Morena, é que o campo-grandense é um povo que fala bem da própria cidade. “Sempre ouço elogios que é segura, bem arborizada e tem uma rua bonitona, que é a 14 de Julho”, conta.

Sobre o senso comum que repercute entre alguns moradores de que “Campo Grande não tem nada para fazer” em termos de lazer e cultura, ela fala que discorda. “Claro que não! Tem muitas opções”, e promete mostrá-las nos próximos vídeos.