Já se imaginou mudando para outro país com a sua família e tendo que se adaptar completamente a uma nova rotina? Essa é a realidade do casal Bruna Sales, de 27 anos, e Wellington Dias, de 26 anos, que desde 2019 moram na Austrália e compartilham a rotina da família pelo canal do YouTube “Perdidos na Austrália”.

O canal, que conta com quase 800 inscritos, existe há 3 anos, mas foi no último mês que as publicações se tornaram frequentes, mostrando a rotina da família, trazendo dicas para quem tem curiosidade de como é viver no país e até como fazem para conseguir produtos brasileiros.

A decisão de mudar de país foi a realização de um sonho, mas nem por isso tudo são flores. Isso porque Bruna e Wellington não sabiam nada de inglês e a adaptação exigiu tempo e paciência do casal. Mas, depois de 2 anos vivendo na Austrália, explorando todas as novidades do novo lar, Bruna engravidou do seu primeiro filho, Théo. Ela conta que foi um período muito difícil por estar distante de toda a sua rede de apoio. “Foi muito difícil, mas graças a Deus deu tudo certo”, comenta.

Ao final da gestação, em maio de 2022, Denise, irmã de Wellington, também foi para Austrália, para ajudar o casal com o bebê.

Depois de três meses que Théo havia nascido, a mãe de Bruna, que fazia tratamento de câncer no Brasil, faleceu. E como forma de homenageá-la, já que seu sonho também era conhecer a Austrália, Gilberto e Lucas, pai e irmão da youtuber, decidiram recomeçar a vida indo morar no país.

O que tem no canal Perdidos na Austrália?

No “Perdidos na Austrália”, canal em que a família compartilha com os inscritos a rotina no país, o vídeo com maior visualização é o que Bruna e seu pai mostram como a família faz para encontrar produtos brasileiros na Austrália, incluindo a erva de tereré, bebida indispensável na rotina de qualquer sul-mato-grossense.

Na publicação, Bruna comenta que poucas lojas têm produtos do Brasil e que para chegar até lá é necessário usar o transporte público. Todo o trajeto leva, em média, 15 minutos.

Além de mostrar todos os produtos que eles encontram para matar a saudade de Mato Grosso do Sul, ela explica como são encontradas as ervas de tereré no país. “Porque aqui a gente não encontra erva de tereré por quilo igual em Campo Grande. Aqui é só naquele pacotinho que eu mostrei para vocês, então é bem mais difícil. Vocês viram, a gente teve que ir de ônibus e é essa complicação toda. Mas a gente não fica sem tomar o tereré não”, brinca.

Confira o vídeo:

Orgulho que ultrapassa distância

Enquanto isso, aqui em Campo Grande, uma fã mirim do casal divulga, com muito orgulho, o canal dos tios que decidiram viver uma nova vida em um país completamente diferente.

Karine Beatriz, de 10 anos, é sobrinha de Bruna Sales e telespectadora assídua do canal “Perdidos na Austrália”. Como forma de incentivar os tios, Bia, como é chamada pela família, começou a entregar em sua escola, bilhetes pedindo para as pessoas se inscreverem e acompanharem o canal da tia.

Bruna afirma que a sobrinha é a maior incentivadora do seu trabalho. “Confesso que às vezes eu tento desistir do canal, mas ela fica todo dia falando que eu tenho que continuar gravando”, comenta.

Ao ser questionada se sabia que a Bia divulgava o canal do YouTube na escola, Bruna explica que não e foi surpreendida com a foto enviada pela equipe do MidiaMAIS. “Eu não fazia ideia que ela estava entregando na escola, vocês me surpreenderam”, conta. Ela ainda comenta que o sonho de toda a família é conseguir levar a pequena campo-grandense para conhecer a Austrália. “Estamos nos planejando em trazer ela a mãe e o irmão dela ainda este ano. Ela ainda não veio pra cá, mas é o sonho dela”, finaliza.

Bilhete distribuído na escola pela Karine Beatriz, sobrinha de Bruna (Foto: Leitor Midiamax)