Vídeo: professor que viralizou ao ser flagrado com 16 crianças em carro compra ônibus após 6 meses

Projeto ocorre em região de periferia há 20 anos e professor diz que “onde tiver jogo nós vamos agora"
| 08/04/2022
- 08:50
Vídeo: professor que viralizou ao ser flagrado com 16 crianças em carro compra ônibus após 6 meses
Foto: Montagem/Jornal Midiamax

Amontoados nunca mais. Após seis meses em que foi flagrado no trânsito com 16 crianças em um , no bairro Coronel Antonino, região norte de Campo Grande, o professor voluntário José Ferreira de Andrade, de 65 anos, comprou um ônibus para as crianças atendidas na escolinha de futebol. Além da vaquinha, ele conseguiu um desconto de R$ 10 mil e adquiriu o veículo no dia 1° de abril.

“Nós conseguimos R$ 39 mil com a vaquinha e o ônibus estava custando R$ 60 mil. Só que eles nos deram R$ 10 mil de desconto e, mesmo assim, ainda faltava R$ 11 mil. Foi feito um empréstimo e conseguimos comprar o ônibus. Fomos abençoados, ficamos muito alegres e agora vamos percorrer o Estado inteiro. Onde tiver jogo, nós vamos”, afirmou o professor ao Midiamax

De acordo com José, nesta semana o ônibus já foi usado para deslocar 44 crianças do Estrela Dalva, onde é a sede da escolinha, até o José Tavares do Couto. “De lá nós ainda fomos para o Morenão. As crianças estão muito alegres e estou me sentindo abençoado. Foi muita luta nestes 20 anos, mas valeu a pena”, argumentou. 

Empresária achou que fossem bonecos

No dia 11 setembro de 2021, o professor foi flagrado na avenida por uma empresária, de 36 anos. Na ocasião, ela gravou o vídeo e chegou a achar que fossem bonecos. No entanto, eram crianças com os pés para fora. Elas estavam em um veículo Fiat Uno azul, que comporta até cinco pessoas, incluindo o motorista. 

“Estou muito feliz, é uma benção de Deus para eles. Quando gravei, foi um susto ver aquelas crianças amontoadas e agora é muito bom saber que ele vai poder levá-las dignamente. Antes, eles estavam correndo risco e eu gravei justamente por isso. Foi uma corrente do bem que deu certo”, afirmou ao Jornal Midiamax a empresária. 

Projeto social começou há 20 anos em MS

Há 20 anos, o professor de futebol, conhecido como ‘Esquerdinha’, conta que iniciou o projeto social. Atualmente, com o salário de R$ 1,9 mil mensais, ele disse que divide o que ganha com os jogadores, custeando as despesas do projeto, como uniforme e lanche. 

Desde 2007, o Esporte Clube Esquerdinha é federado e recebeu inúmeros troféus. Orgulhoso dos jogadores que passaram por lá e hoje atuam em grandes clubes, José Ferreira fala que “não se arrepende” da imprudência no trânsito com o veículo, já que arriscou a própria vida para ajudar os alunos. 

Na época, caso tivesse sido flagrado pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), José poderia ter respondido a infrações, como o fato da lotação excedente, com de R$ 293,47 e apreensão do veículo, bem como o fato de conduzir pessoas no compartimento de carga, entre outras. 

Veja também

Fim de mês e ainda tem bolacha de maisena no armário? Faça esse mingau

Últimas notícias