Pela 1ª vez após pandemia, Parada LGBT+ tem expectativa de 30 mil pessoas em Campo Grande

A concentração da Parada será na Praça do Rádio a partir das 14h, com a saída prevista para 15h30
| 23/07/2022
- 08:00
Parada da Cidadania
Parada da Cidadania é realizada neste sábado (23) (Foto: Divulgação/ATTMS)

Dois anos se passaram sem que a comunidade LGBTQIA+ fosse às ruas de Campo Grande para celebrar o orgulho. Durante esse tempo, as bandeiras do arco-íris ficaram reclusas dentro das casas. No entanto, o cenário promete ser diferente dessa vez. Pela primeira vez desde o início do surto de Covid-19 no Estado, a Parada da Cidadania LGBTQIA+ retorna neste sábado (23) com expectativa de 30 mil pessoas. Público promete colorir as ruas da Capital com mensagens de amor e respeito.

Apesar de ainda não ser possível dimensionar a quantidade de pessoas que participarão do evento, Cris Stefanny – organizadora da Parada – afirma ao MidiaMAIS que espera repetir os números das edições anteriores, quando atingia a marca de 30 mil pessoas.

Mesmo assim, evento terá algumas modificações esse ano tendo em vista os resquícios da pandemia. Dessa vez, não haverá ações pela manhã, como de costume, e toda a celebração ocorrerá no período da tarde.

A concentração para a saída da caminhada será na Praça do Rádio a partir das 14h, com a saída prevista para 15h30, com trajeto que começa na Rua Barão do Rio Branco, passa pela Rua Padre João Crippa, Rua Dom Aquino, Calógeras e novamente Barão do Rio Branco para voltar para a Praça, onde haverá shows com mais de 50 artistas, praça de alimentação e serviços de e cidadania.

Todas as atrações são regionais. Dentre elas, há apresentações drag's, cantores, bandas e DJ. São artistas ou simpatizantes que estão se doando sem receber cachês.

Confira as atrações:

Programação Parada da Cidadania
Programação Parada da Cidadania (Foto: Divulgação)

“Muitas expectativas e cuidados dobrados em relação aos anos anteriores, visto que a pandemia não acabou. Então vacina sim, previnam-se e tentem manter cuidados uns para com os outros”, comenta a organizadora.

A saudade da Parada é imensa

O Baiflu, artista e designer de 21 anos, vai pela primeira vez ao evento e vai tocar durante a passeata. Ao MidiaMAIS, revela que está se preparando para a estreia.

Expectativa é atingir público dos anos anteriores
Expectativa é atingir público dos anos anteriores (Foto: Divulgação/ATTMS)

“Pensei com certeza em ir com um look bem bonito, nessa vou apostar no minimalismo das cores porque não gosto de usar peças muito coloridas, comprei peças para customizar e fazer um conjunto que combinasse, branco+ cores da bandeira. A expectativa é alta porque promete ser um dia lindo e cheio de eventos”, celebra o jovem, que vai acompanhado dos amigos na Parada.

Ele será uma dos DJ’s do evento e estará no palco às 14h40. Dentro desse cenário, há expectativa do evento atrair muito público jovem, além de convidar novamente àquelas pessoas que já participaram das edições anteriores.

Cris Stefanny afirma que Campo Grande está morrendo de saudade da Parada da Cidadania.

“Eufórica, muita gente ligando, deixamos de atender alguns artistas por falta de tempo e horário disponíveis, bem como os ambulantes em peso perguntando sobre o evento e tem até pessoas de outros estados querendo vir”, conclui a organizadora.


Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok. Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do Midiamais.

Veja também

A banda punk paulistana, Cólera, toca em Campo Grande no próximo sábado (20) no Clube...

Últimas notícias