Com mais de 13 mil seguidores, GU3LA saiu do interior de MS para virar produtor musical e já é verificado pelo Spotify

Everton, que responde por GU3LA, saiu do interior para alcançar o sonho de ser um grande produtor musical
| 16/04/2022
- 09:11
GU3LA produz as próprias músicas
GU3LA começou a produzir músicas em 2016 e hoje atua no TrapFunk (Foto: Arquivo Pessoal) - GU3LA produz as próprias músicas

Nascido em Jaraguari e crescido em assentamentos do interior, Everton da Silva Nunes dos Santos, mais conhecido pelo nome artístico GU3LA, é um jovem de 19 anos que sempre viveu privações financeiras. O mais dos quatro irmãos, passou a e adolescência dividindo a rotina entre os estudos e o trabalho no campo para ajudar a família. Apesar das dificuldades que passou ao longo da vida, um sonho cultivado ainda pequeno pulsa em seu coração: o de virar um grande produtor musical. E pode-se dizer que, a cada dia mais, ele está chegando lá. Atualmente com foco no TrapFunk, GU3LA já conta com 13 mil seguidores no Instagram, é verificado pelo Spotify e ouvido em 40 países diferentes.

O artista, compositor e produtor musical sul-mato-grossense contou ao MidiaMAIS que começou a produzir músicas em 2016 em um computador antigo, o que prejudicava muitas vezes a qualidade do som. Mesmo assim, continuou o trabalho até que, em 2018, fez os primeiros lançamentos independentes nas plataformas digitais com a assinatura de DJ Everton Nunes. Depois, passou assinar o nome GU3LA.

Nesse meio tempo, sempre produziu usando influências do Deep House. Até que, em 2019, abandonou o estilo para se dedicar ao Trap Funk, área em que produz música até hoje.

GU3LA produz as suas músicas
Com sonho de ser reconhecido, artista compõe e produz as suas músicas (Foto: Arquivo Pessoal)

“O que me motivou desde pequeno é que eu gostava de ir para igreja ver o baterista fazendo os movimentos com as mãos. E isso me incentivou muito depois quando eu fui crescendo e tendo conhecimento com elementos de música, como batida, melodias e harmonias”, recorda o artista.

Atualmente morando em Campo Grande, GU3LA ainda revela que nem sempre recebeu apoio das pessoas, uma vez que encaravam a música como um hobby, não profissão. Além disso, a falta de equipamentos — que possuem alto valor aquisitivo — no início da carreira ocasionou em inúmeros prejuízos.

“Projetos que eu perdi, gravadoras que recusaram meu trabalho porque falavam que era mal feito e isso me deixava bem triste. Mas hoje os meus remixes e trabalhos são muito bons, são de alta qualidade, então é uma baita inspiração para mim”.

Conhecido virtualmente

Com a amplitude do mercado digital, as músicas de GU3LA são mais populares no ambiente virtual. Destaque para as composições: Destination, com 36.247 visualizações até o momento; Changes, que alcançou 7.973; Don't Make Me com 5.948; Are You With Me com 4.766 visualizações; e, por fim, o primeiro single funk Wait a Favela, com 4.808 visualizações.

Mas, para além dos números, são nas batidas que Everton encontra sua terapia.

“A música me traz tanto a inspiração que eu preciso para o dia a dia, por isso faço músicas para controlar as ansiedades constantes que eu tenho [...] e isso me deixa com tanta criatividade que eu acabo fazendo mais de 10 projetos de músicas no dia porque vem muita inspiração nas coisas ao redor de mim”, explica ele.

Recentemente, a gravadora norte-americana Max Five Bass passou a divulgar as músicas do produtor no YouTube.

GU3LA, o orgulho da família

Everton completou os estudos até o Ensino Médio. Entre as horas na lavoura e depois na mesa da escola, foi na música, então, que encontrou o seu caminho. Com a vida toda pela frente, o jovem de 19 anos é o orgulho da família e até tratado como ‘celebridade’ na pequena cidade de Jaraguari, localizada a 46 quilômetros de Campo Grande.

“Hoje eu sou a estrela da família, todos admiram muito meu esforço com as músicas e com o trabalho para conquistar as coisas, meu pai principalmente [...] ele foi o que sempre me apoiou na área da música e nunca me desanimou dos meus sonhos. Minha mãe nem se fala, ama quando eu posto nos status do WhatsApp minhas produções e projetos de remix”, diz GU3LA.

Questionado sobre qual é o seu maior sonho, ele não hesita ao afirmar que é ser reconhecido pelo seu trabalho, ser chamado para eventos para tocar suas músicas autorais e levar o estilo do TrapFunk.

“Eu só atuo como produtor musical, não atuo como DJ ainda, mas eu tenho plano de ser produtor musical e DJ. Então, o meu maior sonho é esse: as pessoas conhecerem e ouvirem o meu trabalho”, conclui. 


Fale com o MidiaMAIS!

Quer conversar com a gente sobre o universo do entretenimento e cultura? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e Tiktok


Tem uma história legal para compartilhar com a gente? Fale direto com nossos jornalistas do Midiamais.

Veja também

Últimas notícias