Conhecido como Ken humano da Vila Nasser em Campo Grande, o estudante de 20 anos Luan Staab não ocupa mais esse posto. Isso porque, pouco mais de 2 meses após virar notícia na Capital, ele “perdeu tudo” e mudou de bairro.

Luan fez a mudança para uma vila vizinha e decidiu recomeçar a vida. Agora, o ex-Ken humano da Vila Nasser é o Ken humano da Vila Marli; sua derrocada teve início após levar um golpe em julho e ter a conta com mais de 100 mil seguidores roubada.

Enquanto lutava para recuperar seu perfil no Instagram, o Ken humano precisou deixar a Vila Nasser com a família para realizar o sonho da casa própria. Luan diz ao Jornal Midiamax que, nesse meio tempo, chegou a fazer uma promessa a Deus para conseguir reaver a conta nas redes sociais. O apelo foi atendido e agora, todo ano, ele pagará o juramento.

“Pra recuperar a minha conta, eu tive que fazer uma identidade nova, porque a minha era muito antiga. Como eu mudei de visual, o sistema não reconhecia. E eu também teria que recuperar meu número de telefone antigo”, conta o então Ken humano da Vila Marli.

Em vídeos nas redes sociais, Ken humano de Campo Grande chorou muito ao perder conta e procurou a polícia - (Fotos: Reprodução/Instagram)
Em vídeos nas redes sociais, Ken de Campo Grande chorou muito ao perder conta e procurou a polícia – (Fotos: Reprodução/Instagram)

Conselho de sensitiva

A nova identidade demorou 8 dias para ficar pronta. Ele também conseguiu retirar um novo chip com o número cadastrado na conta. “Depois que eu consegui meu número de volta, mandei mensagem no suporte do Instagram. E aí eles me mandaram um e-mail com link pra acessar a conta novamente”, relata.

Do momento da perda até a recuperação do perfil na rede social, passaram-se 20 dias. “Eu não ia tentar recuperar, mas uma amiga minha que é sensitiva falou que eu deveria ir atrás, que Deus ia me ajudar a recuperar o que era meu”, revela Luan.

“Aí voltei com 117 mil seguidores e comecei criar a conteúdo de novo, fazendo vídeos com minha mãe e alguns sozinho, aí o número dobrou para 300 mil. Mas demorei pra voltar a criar, fiquei muito depressivo e não conseguia gravar vídeos nem postar mais nada, mesmo depois de ter meu perfil de volta”, relembra.

Recomeço e promessa

Sua mãe, Cristiane, foi a maior incentivadora. “Tudo isso mexeu muito comigo. De tanto minha mãe falar ‘filho, você tem que voltar a criar conteúdo’, isso me deu um ânimo. Aí voltei a produzir e agora não vou parar mais”, afirma.

Sobre o recomeço, tanto na internet como em outro bairro, Luan pontua. “Foi difícil, depois de passar por tantos problemas. Já estava muito triste, mas eu fui forte. Eu tava mudando de casa, né? Mas agora estamos na casa própria”, comemora.

Na saga pela recuperação de seu perfil, o jovem de 20 anos chegou a fazer uma promessa. Após receber a “graça” e conseguir a conta de volta, Luan já cumpriu parte do juramento. “Eu fiz uma promessa pra Deus que se eu recuperasse minha conta, todo ano ia fazer pacotinhos de doces para as crianças. Os desse ano, já entreguei”, conta.

Luan encerra a conversa com o MidiaMAIS destacando que, para ele, se reinventar não foi um problema. “Faria várias vezes se for possível. Eu gosto sempre de fazer mudanças”, finaliza o Ken humano da Vila Marli.

Ken humano de Campo Grande

Ken humano: esse é o apelido do modelo e intérprete Luan Staab, de 20 anos. Ex-morador da Vila Nasser, ele viu sua vida se transformar desde maio de 2022, quando radicalizou na mudança de visual.

“Eu era moreno, aí pintei o cabelo de loiro, decidi colocar lente de contato azul bem forte e todo mundo começou a falar que eu tava parecendo o Ken Humano“, afirma ele ao Midiamax.

Tem alguma denúncia, flagrante, reclamação ou sugestão de pauta para o Jornal Midiamax? Envie direto para nossos jornalistas pelo WhatsApp (67) 99207-4330. Acima de tudo, com sigilo garantido por lei.

Acompanhe nossas atualizações no Facebook, Instagram e Tiktok.